A Copa do Mundo da Rússia terminou e os fãs de futebol já estão ansiosos para o próximo torneio, que acontecerá no Catar em 2022. Pensando em assistir a copa de perto daqui a quatro anos? Nossa equipe fez as contas e descobriu que com um planejamento financeiro é possível curtir o Mundial por menos do que você imagina!

Simulando a viagem

O Catar (ou Qatar, na transcrição internacional) é um pequeno país do Oriente Médio, com cerca de 2,5 milhões de habitantes. Rodeado pelo Golfo Pérsico, o país possui atrações turísticas que vão desde luxuosos cenários urbanos até áridos desertos. Devido ao extremo calor, a Copa de 2022 marca a primeira vez em que o torneio será realizado entre os meses de novembro e dezembro, que marcam o inverno no hemisfério Norte.

Em São Paulo, a cotação de hoje (31) para o dólar foi de R$3,95. Considerando um cenário com o câmbio mais favorável e estimando gastos médios de US$100 por dia (com uma cotação de R$3,87, por exemplo, esse valor equivaleria a R$387/dia), seria possível realizar uma viagem para a Copa no Catar economizando R$260 por mês.

notas-de-500-no-dinheiro-do-Qatar

É importante reforçar que esse cálculo é uma simulação. Tendo em mente um cenário com o investimento mais conservador possível e considerando uma rentabilidade líquida de 0,48% ao mês, seria possível viajar até o Catar, assistir aos jogos e ainda realizar alguns passeios com esses valores.

Para simular o câmbio de moeda em espécie, acesse o simulador no site da Câmbio Curitiba. Assim você consegue cotações em tempo real com taxas transparentes e garante transações seguras e tranquilidade para receber sua moeda em casa.

  • Importante: o Catar é um dos países que exigem Seguro Viagem Internacional. Escolha a cobertura que melhor cobre as suas necessidades e garanta uma viagem tranquila!

Investimentos para chegar ao Catar

Em um plano de investimentos como este, que tem um fim e visa aplicações seguras, mas que garantam uma boa liquidez no momento do vencimento, produtos de renda fixa pós-fixados podem ser interessantes.

diversos-gráficos-sequência-de-moedas-empilhadas-investimentos-renda-fixa

Quando se fala em segurança e garantia, automaticamente fala-se sobre os títulos públicos do Tesouro Direto. Isso porque dentro da realidade da economia brasileira, o Tesouro Direto é o investimento de menor risco. É indicado para investidores com um perfil mais conservador.

Pensando que este é um plano com data para terminar, é importante que o investidor não tome muitos riscos em seus investimentos, buscando alternativas mais conservadoras, que garantam a liquidez no momento do vencimento e com rentabilidade mais previsível.

Produtos de renda fixa pós-fixados, como o Tesouro Selic e alguns CDBs, podem ser, assim, uma escolha interessante pensando nesse cenário, mas, é claro, vale levar em conta seu perfil de risco e ter uma boa conversa com seu assessor de investimentos antes de tomar qualquer decisão.

Outros investimentos de renda fixa, como CRAs e CRIs, podem também ser atrativos por serem isentos de Imposto de Renda.

Para entender mais sobre investimentos de renda fixa e montar uma carteira de investimentos direcionada para sua viagem a Copa do Catar, não perca o Curso de Formação de Investidores da PHI Investimentos. Com inicio programado para o dia 25 de agosto, este módulo traz as principais modalidades de renda-fixa e fundos de investimento.

Dentro os tópicos abordados, aplicações que superam a inflação no longo prazo, a importância de poupar, Tesouro Direto e seus benefícios, risco, retorno, liquidez e garantias das modalidades de investimento em renda fixa. Para se inscrever, basta clicar aqui e acessar o link.

Compartilhar: