Por Ricardo Freire (Viaje na Viagem)

Desde 2012, pagar conta de restaurante no Uruguai com cartão de crédito internacional tem sido um ótimo negócio. O desconto de 18,5% na conta (a título de devolução do imposto local IVA) cobria não só o IOF brasileiro de 6,38%, como ainda fazia sobrar os 10% para dar de gorjeta ao mesero.

A medida foi implantada para não perder o turismo dos argentinos, que estavam às voltas com medidas cambiais duríssimas da presidente Cristina Kirchner. Nós brasileiros acabamos sendo beneficiados na carona. Ano após ano, a lei foi renovada.

Infelizmente, essa mamata vai acabar dia 30 de abril de 2018. A partir de 1º de maio, o desconto cai para 9%.

Desconto cai de 18,5% para 9% dia 1º de maio

A notícia (leia aqui, em espanhol) foi dada no início desta semana pela ministra uruguaia do Turismo, em Punta del Este. A nova faixa iguala o desconto ao que os próprios uruguaios já recebem, ao pagar contas de restaurantes com cartão. A estratégia maior é a de aumentar a formalização das transações comerciais.

Vai valer a pena pagar restaurante com cartão no Uruguai?

Para quem usa cartão de crédito em viagem, vai continuar vantajoso, claro, porque os 9% de desconto uruguaio compensam os 6,38% do IOF brasileiro.

Para quem não gosta de usar cartão, porém, acabou a motivação de usar cartão ‘para não perder dinheiro’. Agora ficou mais ou menos elas por elas, e quem usa dinheiro não corre risco de desvalorização cambial entre o dia da compra e o fechamento da fatura. (Mas se o real desvalorizar durante a sua viagem, os preços sobem na hora para quem está viajando com reais no bolso).

Isenção de IVA nos hotéis deve continuar

A nova lei ainda não foi promulgada, mas não se falou nada em acabar com a isenção do IVA nos hotéis. Todo visitante estrangeiro que estiver há menos de 60 dias no Uruguai tem direito a essa isenção, não importa o meio de pagamento (cartão, pesos, moeda estrangeira se o hotel aceitar).

A propósito, o Brasil é o único país entre os principais destinos da América do Sul que não oferece isenção de IVA (o nosso equivalente seria o ICMS) para visitantes estrangeiros.

Veja os descontos de IVA em hospedagem nos outros países:

Uruguai: 10% (qualquer meio de pagamento)
Argentina: 21% (apenas para pagamento com cartão internacional)
Chile: 19% (pagamento em cartão internacional ou dólar vivo)
Peru: 18% (qualquer meio de pagamento)
Colômbia: 19% (válido apenas para viajantes a lazer; qualquer meio de pagamento)

Compartilhar: